24.1.17

Dá um help: POSSESSIVIDADE


Para enviar o seu pedido de ajuda, sobre moda, maquiagem, relacionamentos ou vida pessoal, é só enviar um email para "amantederimel@hotmail.com" com o assunto "Dá um help".

Ciúmes possessivo

Oi, Vic! Tudo bom? Namoro um menino já faz quase um mês, eu o amo muito e ele é uma das pessoas mais maravilhosas que já conheci. Porém, sou muito insegura e tenho bastante medo de perdê-lo. Além disso, sou MUITO ciumenta, e tento lidar com isso, só que tem vezes que não consigo. Me acho muito grudenta, e mesmo que ele diga que não há problema nenhum nisto, eu me considero incômoda. O que devo fazer? 

A primeira coisa que você precisa saber é que ciúmes NÃO é saudável, principalmente porque ele se baseia na ideia de que alguém é nossa propriedade. Acho que a primeira coisa é trabalhar essa insegurança, que não tem absolutamente nada a ver com seu namorado, mas com você. Tem a ver com não acreditar em si mesma e não se achar boa o bastante! O segundo exercício mental é esse aqui ó: Ele não é sua propriedade, seu grude não muda nada, ele é livre pra ir embora, ele é livre pra conhecer outras pessoas, ele está do seu lado porque quer estar, ninguém está obrigando ele. Por experiência própria, de quem já esteve na posição do seu namorado, possessividade desgasta relacionamentos e afasta quem a gente gosta! 

PAIS SUPER PROTETORES

Oi Vic, tudo bem? Eu estou escrevendo porque tenho problemas com meus pais. Eu e eles tínhamos uma relação boa, não brigávamos muito, mas isso tem mudado nos últimos dias. O tempo foi passando e eu cresci, porém meus pais não entendem isso. Eles me tratam como uma criança, vivem fazendo discursos (que de tanto eles falarem, eu até já decorei), e me protegem demais. Já tenho 17 anos e eu nunca pude sair com amigos, porque eles não deixam. Eu já trabalho e tenho que tomar decisões importantes, como faculdade (que aliás eu ainda não estou preparada),  e é somente nessas questões que eles me consideram "adulta o suficiente". Minha rotina é baseada em escola/trabalho/casa/igreja. Só saio junto com eles e isso têm me deixado bastante deprimida, pois gostaria de ter alguém da minha idade para conversar. Não tenho muitos amigos, por esse motivo. Eles são ótimos pais, porém são meio antiquados e não me dão espaço para desabafar o que eu penso. Meu pai é bem bravo e não permite que eu o contrarie.  Se puder me ajudar, eu agradeceria. Beijos, B.

Oi B, tudo bem? Muita gente passa pelo que você está passando e temos poucas opções: Você pode conversar com eles e fazê-los entender que uma hora ou outra eles vão precisar deixar você viver sua vida. Te prender dessa forma não faz nada além de te prejudicar, imagina só quando você tiver que fazer tudo sozinha? Você simplesmente não vai conseguir por que nunca teve a chance de fazer isso ao lado das pessoas que te auxiliariam (seus pais). Eles estão na sua vida pra te ensinar a melhor maneira de viver, não pra te impedir de viver. E e sou super a favor de diálogos, tente falar, mostrar vídeos que falem, chama parentes pra te ajudar, sei lá, use todas as ferramentas que puder. Mas, se em ultimo caso isso não funcionar, temos a segunda opção, que não é nada fácil e a nem agradável: Deixe de lado a constante vontade de agradá-los, comece a pensar no que vai ser melhor pra você. Talvez ir morar com algum parente, guardar grana pra ir dividir um apartamento ou alguma opção que talvez eu desconheça. Já já você vai ser maior de idade e temos que aceitar: esse controle, uma hora ou outra vai acabar, eles querendo ou não. 

Onde me encontrar? Twitter | Instagram | Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

SheIn -Your Online Fashion Sexy dresses

Publicidade

Romwe Fall Coats

Publicidade

Subscribe