16.10.15

Amizades: Ainda existe ou é mais uma relíquia do século XXI?


Será que ainda existe amizades verdadeiras, amizades que você possa realmente confiar e acreditar? Ou estamos de fato vivendo em mundo totalmente globalizado, tecnológico, na qual amizade não é nada, além de um ‘status’ nas redes sociais? Nessa era tecnológica em que vivemos, amigos é sinônimo de quantidade de pessoas que temos em determinada rede social. Nós jovens estamos realmente esquecendo qual o verdadeiro significado da palavra amigo e isso é um tanto quanto preocupante.  

Quando saímos e vamos a lugares públicos para nos divertirmos acaba sendo uma catástrofe, saímos de casa para nos comunicar, ver pessoas, sentir presença, rir e brincar, mas o que vemos são turmas de amigos, casal de namorados, somente usando algum eletrônico, seja celular, notebook ou outro meio qualquer. Não há mais tanta comunicação verbal como na época dos nossos pais ou avós, soa um pouco antigo isso, mas já parou para pensar ou perceber? Não nos contemos somente com aquilo que está presente, no agora, temos a necessidade de ir além, de mostrar o que estamos fazendo, compartilhar mais e mais o mundo ao seu redor, sua forma de vida e tentar aproximar quem está distante.  

Isso quando não há somente comunicação digital com pessoas que estão do seu lado. Uma vez eu ouvi a seguinte frase: “O mundo de hoje está desaprendendo a falar, está perdendo a comunicação verbal.”, admito que quando ouvi tal frase me deu uma vontade de rir e chamar o locutor de louco, mas depois essa tal frase ficou zoando na minha cabeça e eu acabei percebendo que isso está realmente acontecendo. Eu costumava ser esse tipo de pessoa, aquela que só observa quando esta na roda de amigos, só mexia no celular e não me comunicava, só registrava os momentos, infelizmente ainda sou assim, mas eu dei uma parada com isso, a partir do momento que comecei a perceber como a sociedade se comporta em lugares públicos, ao nosso redor. 


Hoje em dia, vivemos em um “novo mal do século”: Quando estamos nas redes sociais temos coragem e pulsação pra dizer o que realmente sentimos e sermos o que realmente temos desejos de ser, ou simplesmente criamos uma falsa identidade para chamar atenção e sermos o tipo de pessoa “que todos querem ser amigo” e como consequência disso estamos vivendo da forma que vivemos. Na internet somos um tipo de pessoa, mas pessoalmente não temos coragem de nos expressar e isso é extremamente prejudicial a nós, pois, não conseguimos dizer, “abrir a boca” e falar, temos medo. 

Mas... O que isso tem haver com o tema de hoje? Basicamente, tudo. Se nossa sociedade está assim hoje em dia, quem nos garante que todas as curtidas, todas as centenas de pessoas que você tem nas redes sociais são suas amigas de verdade? Quantas são essas pessoas que você nem se quer conversou na vida, mas tem lá pra dizer que é amigo? E quem te garante, que todas essas pessoas estão ali por que realmente gosta de você?  Posso afirmar que de todas as pessoas que você tem em suas redes sociais, umas dez pessoas são aquelas que você realmente conversa e convive, sendo ainda mais precisa desses dez, somente uns cinco são aqueles que você pode dizer: “esses são meus amigos de verdade”, ou até menos que isso. Tá vendo? Não estou enlouquecendo. Como disse no inicio desse post, “estamos esquecendo o verdadeiro significado da palavra amizade” e são poucas as pessoas que ainda se importam com isso, amizade de verdade. Amigos que são como irmãos, que pode se confiar de olhos fechados e acreditar que tudo dito é verdadeiro, que pode crer nas palavras, e ter certeza que seus segredos não serão passados adiante e nem seus desejos ou sonhos concretizados serão destruídos por “inveja” e/ou falsidade.  


Mas mesmo assim, eu ainda acredito que existem pessoas que tem amigos de verdade, como tais características ou até além do que disse. E digo uma coisa, se você que está lendo isso agora e tem amigos assim, não perca tempo, agradeça de alguma forma por ter uma pessoa assim ao seu lado. E dê valor, pois amizades desse nível, hoje em dia, é coisa raríssima

Um comentário:

  1. Adorei o texto, é verdade mesmo até na nossa família quando saímos para jantar ou almoçar todos ficam no celular e só depois começam a conversar, bem pensado temos mesmo que valoriza nossos amigos e não ficar sempre no celular.

    www.meninadofuturo.com.br

    ResponderExcluir

Publicidade

SheIn -Your Online Fashion Sexy dresses

Publicidade

Romwe Fall Coats

Publicidade

Subscribe