30.7.15

Profissões | Publicidade e propaganda


Oii gente, tudo bem com vocês? Hoje tem mais um post da série "O que vem depois do colegial?" e dessa vez a entrevistada é a Isabella Marques, de 21 anos, que está no oitavo e último período de Publicidade e Propaganda, a Isa já trabalhou em uma agência chamada Célula Marketing e agora trabalha no marketing da FAZU (Faculdades Associadas de Uberaba). Eu espero que a Isabella tenha respondido algumas das dúvidas sobre o curso e que a gente tenha ajudado um pouquinho na decisão. Vem cá ler as respostas da Isa:

Por que você decidiu cursar publicidade e propaganda? Você sempre teve certeza da sua escolha?

Na verdade, não. Por mais louco que possa parecer, eu estava me preparando para prestar Vestibular para o curso de Direito. Eu pretendia entrar em uma faculdade federal e fora da minha cidade. Cheguei a passar na 1ª fase do Vestibular da UFMG, mas de repente foi batendo um desânimo desse curso e acabei desistindo até de fazer a 2ª fase. E então eu não sabia o que fazer, até que em uma visita a uma das faculdades particulares da minha cidade, eu conheci um pouco mais sobre a Publicidade e Propaganda e o Jornalismo, que estão diretamente ligados à comunicação. E na época me pareceram cursos com um astral bem leve, descontraído e divertido. Acabei então, optando por prestar Comunicação Social, com habilitação em Publicidade e Propaganda.

Como você se preparou para o vestibular? 

Depois de terminar o Ensino Médio, eu ainda passei um ano fazendo cursinho. Eu tinha aulas a tarde e fora desse período ia sempre para a Biblioteca estudar. E na época, os meus professores sempre passavam atividades extras e vários simulados para ajudar a aprimorar os estudos. Às vezes eu participava também das aulas extras do cursinho. Era dedicação total!

Quais são, na sua opinião, as características que uma pessoa deve ter para cursar publicidade? 

A mais importante é saber se comunicar. Eu no começo era bem tímida e tinha muita dificuldade de falar em público, mas na faculdade consegui superar bem a timidez. E apesar de ainda ficar um pouco nervosa na hora de falar em público, eu sei que melhorei muito desde o início. Ter a mente aberta é essencial, porque muitas vezes você tem que lidar com diversas situações, para diversos perfis de público. E também ser proativo é uma característica fundamental para quem gosta de se destacar.



Quais são, pra você, as partes positivas e negativas da profissão?

Eu não chamaria de partes positivas e negativas. É que eu costumo encarar tudo como coisas cotidianas. O bom de estar em uma área como essa, é que apesar de ter uma rotina, tudo muda o tempo todo, então parece que na verdade não existe essa tal de rotina. E isso é algo bom, que faz a gente acordar e sentir vontade de trabalhar. Mas também vale lembrar que quem escolhe essa profissão, escolhe muitas vezes abrir mão de momentos de lazer e vira noites e noites tentando ter ideias. O que não precisa ser algo ruim. Quem ama essa profissão, ama esse tipo de coisa também. Por mais que pareça cansativo, é desafiador e gratificante.

Quais são suas metas profissionais?

Engraçado como a faculdade muda a cabeça da gente. Quando eu entrei, achei que ia querer trabalhar com artes gráficas ou fotografia, e trabalhar dentro de uma agência. Hoje, prestes a terminar o curso, eu estou morrendo de vontade de trabalhar com Direção de Arte, porque a direção de arte envolve realmente TODO o tipo de arte, principalmente uma das minhas coisas favoritas no mundo: música. Então pretendo seguir nessa área depois de formada e espero estar me realizando profissionalmente.

♡ O que você gostaria de ter ouvido antes de entrar na faculdade.

Eu fico tão maravilhada com meu curso, que praticamente não tenho do que reclamar. Todos os meus professores são super responsáveis e comprometidos com a profissão, e estão sempre dispostos a ajudar os alunos em tudo. Sem falar que eles nos dão total liberdade para nos expressarmos. No entanto, tem uma coisa que todo mundo do meu curso gostaria de saber no começo: apesar de sermos de humanas, tem matemática sim. Tem conta sim. E em mais de um semestre. Mas apesar disso, aprendemos que é algo indispensável, e que nem foi tão ruim no final das contas.

               >VEM CÁ< fazer parte da nossa fan page e ficar por dentro de tudo o que acontece

10 comentários:

  1. Uau, adorei a entrevista. Não é a profissão que desejo, mas com certeza vai tirar dúvida de muita gente, hehe.

    beijos, www.brigadeirodeepanela.blogspot.com <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre bom conhecer um pouquinho mais né?! bjsss

      Excluir
  2. Adorei a entrevista, é sempre bom saber sobre isso e tirou uma duvida minha de como é o curso.

    www.meninadofuturo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Muito legal a entrevista! Poderia fazer sobre o curso de letras?

    http://manteigademinduim.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou colocar na minha listinha Eduardo, muito obrigada pela sugestão! bjsss

      Excluir
  4. Que post MARVILHOSO ❤ etava procurando coisas relacionadas ao cuso e há! Chegou a notificação no celular de post novo sobre o que eu ia pesquisar! É um sinal de Deus hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai queu delicia Inglety, fico muito feliz que eu tenha te ajudado viu?! beijosss

      Excluir
  5. Só queria saber que tipo de matemática tem ..não curti muito essa parte '-'

    ResponderExcluir

Publicidade

SheIn -Your Online Fashion Sexy dresses

Publicidade

Romwe Fall Coats

Publicidade

Subscribe