18.8.13

Confidences: Crise de Identidade


Essa constante sensação de estar perdendo um pouco do meu eu a cada passo que dou, de não ter mais vontade de ser o que era antes mas ao mesmo tempo sentir falta do que era, de não querer conviver com as mesmas pessoas mas ainda sentir falta delas, essa constante indecisão e crise de identidade. Mamãe disse uma vez que é tudo culpa da idade, mas já teve aqueles que me dissessem que você nunca terá a total certeza sobre tudo, e cheguei a conclusão nos meus poucos anos de vida que vivemos numa eterna crise de identidade.

Talvez as músicas que ouvimos, as séries, os livros, os filmes, as redes sociais digam um pouquinho sobre o que somos, mas a certeza? Eu não tenho, já vi muita gente fingindo ser alguém que não era para poder, pelo menos, ser aceito pela sociedade. Está tudo bem, talvez nem você mesmo saiba quem é.

Quem eu sou? Sou alguém ou ninguém. Com os maiores sonhos e menores expectativas, descobri que quanto maior elas forem maior é a chance da decepção.  Com uma vontade enorme de mudar o mundo mas que não se auto-intitula capaz. Médica, publicitaria, advogada, veterinária ou astronauta, princesa não. Amando e sendo amada, machucada e machucando, esquecendo e sendo esquecida. Do alternativo ao pop, de Clarice Falcão a Arctic Monkeys. Vivendo e aprendendo, tentando descobrir a cada dia um pedacinho de mim.

Somos um pouco das pessoas que passam na nossa vida, e um pouco daquilo que eramos. Opiniões, reflexões, textos e discussões em constantes mudanças. E que coisa boa afinal, nunca gostei da rotina e do que acontece sempre igual. E depois de tantas tentativas e erros de um texto sem fim, chego ao meu ultimo paragrafo sobre um que trata de identidades, talvez seja esse o problema. Talvez eu ainda não saiba o que escrever, por que ainda não sei quem sou.

2 comentários:

Publicidade

SheIn -Your Online Fashion Sexy dresses

Publicidade

Romwe Fall Coats

Publicidade

Subscribe